28 de mar de 2013

CRÍTICA À PEC DAS DOMÉSTICAS LEMBRA O ESCRAVAGISMO



Os negros não estão preparados para a Abolição !

Saiu no UOL:

CRITICA À PEC DAS DOMÉSTICAS É 

DISCURSO DA HERANÇA ESCRAVAGISTA, 

DIZ PROFESSOR DA UNB



O Brasil não pode submeter trabalhadores domésticos a um 

tratamento desigual, com privação de direitos, para garantir 
o conforto da classe média. A avaliação é do professor 
do departamento de sociologia da Universidade de Brasília (UnB) 
Joaze Bernardino Costa. Para ele, criticar a ampliação de direitos 
da categoria sob o argumento de que vai encarecer as contratações 
é recorrer a um discurso “eticamente insustentável, encharcado 
de herança escravagista, baseado na exploração principalmente 
de mulheres negras”.


Ele acredita que a aprovação, ontem (26), pelo Senado, 

da proposta de emenda à Constituição (PEC) que estende 
aos empregados domésticos todos os direitos dos demais 
trabalhadores regidos pela Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), 
é um importante marco jurídico, mas precisa ser acompanhada 
de uma profunda mudança cultural.

“A aprovação da PEC é um importante avanço legal, 

mas ela só aponta a direção para onde devemos rumar. 
É preciso estimular uma nova representação social 
da trabalhadora doméstica no país, vista em geral, 
como uma não trabalhadora, porque sua jornada não 
gera um produto a ser comercializado no mercado”, 
disse o professor, autor de tese de doutorado sobre o trabalho 
doméstico no Brasil.

NOVA  VIA

Nenhum comentário: