24 de mai de 2013

Sandra Cureau acusa Dilma e PT de propaganda antecipada. Mas Poupa Aécio Neves e Eduardo Campos



Dois Pesos!!! 

(Bolso cheio - Bolso vazio)


Os Amigos do Presidente Lula

A procuradora-geral Eleitoral, Sandra Cureau, sempre foi muito preocupada em punir com os rigores da lei políticos da base aliada do governo federal e até mesmo o governo ,Nem nosso blog ficou livre em 2010 dos olhares atentos de Cureau. No entanto, passa despercebido quando o assunto é o PSDB.

O PSDB  esta  usando inserções regionais na TV, para exibir um o senador  Aécio Neves, eleito por Minas Gerais, e que mal comparece no congresso, que paga seu salário. Na propaganda  partidária, que mais pareceu  campanha extemporânea, o senador tucano diz: "Eu sou Aécio Neves, fui governador de Minas Gerais, e se você acha que há solução pros problemas, vamos conversar".Em seguida, fala de inflação

 Na noite dessa quarta feira (23), o candidato Aécio, estava fazendo campanha antecipada no "programa do Ratinho".

Uma clara "malandragem" para divulgar nacionalmente a pré-candidatura presidencial  de Aécio Neves. O ministério Público Eleitoral  não implicou com a propaganda eleitoral antecipada,  muito menos declarou como  "promoção pessoal".

 Governador tucano confirma que Aécio está em campanha eleitoral e diz descordar

Em Brasília para participar de um seminário sobre administração pública, o governador paulista Geraldo Alckmin (PSDB) lançou dúvidas, ontem, sobre a estratégia do senador Aécio Neves (PSDB-MG) de frequentes aparições na TV. "Não sou de acreditar que coisas muito distantes da eleição tenham reflexo em pesquisa", advertiu o governador, que avalia ser cedo, ainda, para o PSDB lançar o seu candidato a presidente.Em propagandas do partido na televisão, Aécio tem feito comentários sobre assuntos nacionais, como a inflação. Diferente da presidente Dilma, que governa uma nação e até por isso mostra o que ela tem feito feito frente ao governo federal,  Aécio foi eleito para o senado. Recebe salário (pago pelos cofres públicos) para representar os eleitores mineiros. No entanto, pouco tem parado em Brasília. Esta em campanha antecipada  pelo Brasil afora.

Mas, Sandra Cureau, não vê o que não interessa a ela

A Procuradoria-Geral Eleitoral entrou com representação ontem ao Tribunal  Superior Eleitoral (TSE) em que acusa o PT e a presidente Dilma Rousseff de  propaganda eleitoral antecipada nos programas de TV do partido. A  vice-procuradora-geral eleitoral, Sandra Cureau, pede a imposição de multa e a  cassação da propaganda eleitoral da legenda no próximo semestre.

Para Sandra Cureau, houve "evidente promoção pessoal" de Dilma com "o fim de  fortalecer sua reeleição, ainda que não tenha havido pedido explícito de votos".  A procuradora usa como exemplos a exibição da trajetória política de Dilma.. "O horário gratuito reservado ao Partido dos  Trabalhadores não foi utilizado para a exposição dos programas partidários, mas  para a promoção do nome e da imagem da pré-candidata Dilma Rousseff, com  antecipação extemporânea da campanha eleitoral", diz. Mas, e o Aécio, está usando?

NOVA VIA

Nenhum comentário: