29 de abr de 2013

DILMA CRITICA PESSIMISTAS: "NÃO HÁ QUEM NOS DERROTE"



Presidente ressalta, durante evento no Mato Grosso do Sul, que o Brasil tem "todas as condições de avançar", apesar do "complexo de vira-lata" de muitos, em referência aos analistas da imprensa tradicional; presidente entregou, em Campo Grande, 300 ônibus escolares a 78 municípios; a princípio, foi vaiada por agricultores, mas não se incomodou: "Democracia é isso aí"; ao iniciar discurso, porém, recebeu gritos de "Olê olê olê olá, Dil-ma, Dil-ma"; ida da presidente às bases faz festa entre o povo e provoca ira na oposição...

247 - A presidente Dilma Rousseff destacou a importância da Educação, anunciou recursos para o Mato Grosso do Sul e criticou os pessimistas que não acreditam no avanço do Brasil, durante evento em Campo Grande nesta manhã, onde entregou 300 ônibus escolares a 78 municípios. "Não tem quem nos derrote, e isso garante a nossa força", disse a presidente.
A princípio, Dilma foi vaiada por um grupo de agricultores, que protestavam contra a demarcação de terras indígenas no Estado, mas não se incomodou. Em seu discurso, afirmou: "Democracia é isso aí, eu não ligo que gritem". Depois, ela também recebeu aplausos e gritos de apoio e até o pronunciamento de um garoto, que subiu ao palanque para agradecer pelos ônibus. 
A presidente disse acreditar que o Brasil deve continuar crescendo, apesar do "complexo de vira-lata". O termo foi criado pelo jornalista e dramaturgo Nelson Rodrigues para exemplificar a inferioridade do brasileiro em relação ao resto do mundo. Ao resgatar a expressão, a presidente se refere aos analistas econômicos e à imprensa.
"O Brasil tem todas as condições de avançar, nós mudamos, nós somos respeitados, somos um País forte", declarou. Seu discurso ressaltou ainda a importância da Educação, que segundo ela, não é só responsabilidade da presidenta ou do governador, mas das famílias brasileiras, que têm de incentivar os jovens a estudar. Dilma defendeu ainda que "todas as oportunidades têm de ser iguais" no País.
Entrega dos ônibus
Os ônibus foram adquiridos com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, no total de R$ 64,6 milhões. De acordo com o governo federal, a União disponibilizou, em 2012, R$ 109,4 milhões para a compra de 519 ônibus. A entrega dos veículos faz parte do Programa Caminho da Escola. 
Criado em 2007, o Programa Caminho da Escola tem o objetivo de renovar e padronizar a frota dos veículos e embarcações usados no transporte de estudantes de escolas públicas do país, contribuindo, assim, para o acesso e a permanência dos alunos nas escolas.
A estimativa do Ministério da Educação é de que cerca de 18 mil estudantes da rede pública nas áreas rurais sejam beneficiadas com os veículos entregues pela Presidenta Dilma. Ponta Porã será o município que mais vai receber ônibus, com 14 unidades.
Segundo dados do governo federal, entre 2008 e 2012, foram disponibilizados recursos para a aquisição de 28.599 veículos. Dos 11.994 ônibus escolares adquiridos com recursos do governo federal em 2012, 10.679 são veículos rurais, para levar as crianças que vivem no campo para as escolas mais próximas.
A presidenta Dilma Rousseff volta a Brasília logo depois do evento em Campo Grande. Às 15h, ela tem reunião marcada com o ministro da Fazenda, Guido Mantega.
Com informações do Planalto
NOVA VIA


Nenhum comentário: