12 de mai de 2013

Por que a Comissão não perguntou quem dava ordens ao Ustra ?



OS PRESENTES DO BERNARDÃO AO PIG



No vibrante e concorrido encerramento do 1o. Curso Nacional da Comunicação, promovido pelo Barão de Itararé, a destemida deputada Luiza Erundina (PSB-SP) fez graves denúncias sobre os presentes que o Ministro da Comunicação do governo trabalhista (?)  da Presidenta Dilma Rousseff planeja oferecer ao PiG (*) e seu entorno.


O primeiro presente de boa monta é a doação dos bens reversíveis às empresas de telefonia.

Quando houve a Privataria Tucana , Fernando Henrique e o trator Sergio Motta (aquele que comprou a reeleição por R$ 200 mil a cabeça, com  dinheiro do Caixa Um …) entregaram bens das empresas privatizadas às privatas, por um certo tempo.

Esse tempo acabou.

Agora, Bernardão quer dar de graça esses bens às telefônicas.

Em troca, ele espera que as telefônicas se comprometam (quá,quá, quá !) a ampliar o acesso à banda larga.

A denúncia de Erundina é estarrecedora.

Isso significará dar na bandeja 6.600 imóveis !

E um patrimônio de R$ 17 bilhões !

Convenhamos, amigo navegante, é uma “reversão” e tanto !

Dizem os defensores da ideia que esses bens estão desvalorizados, não servem mais para nada.

Então, deixa com o Estado.

Pega esses 6.600 imóveis e transforma em Minha Casa Minha  Vida …

Se não servem para nada, por que as telefônicas querem tanto ?

E quem disse que o Bernardão vai ter certeza de que, em troca de R$ 17 bilhões – as telefônicas vão ampliar o acesso `a banda larga.

(Como se sabe, as telefônicas da Privataria exibem saúde de tísico na chuva.  Porque as matrizes em Portugal, Espanha e Itália quebraram. A única que sobrevive é a do Slim, porque ganhou na Privataria um país inteiro de graça: o México …)

Amigo navegante, você está feliz com o seu telefone celular ?

O que o Bernardão faz para te defender ?

Erundina fez outra grave denúncia.

Corre célere na Comissão de Ciência e Tecnologia da Camara um estudo para digitalizar o rádio brasileiro.

Camara se propõe a “escolher” o padrão a ser adotado.

O que significa isso, amigo navegante ?

Um negocio da China, ou da Coréia, do Japão, da Alemanha, dos Estados Unidos, seja lá qual for o padrão escolhido.

Imagine isso na mão do Eduardo Cunha, amigo navegante: escolher o padrão de digitalização do rádio brasileiro…

Mais, ainda: a depender dão padrão de digitalização e da regulamentação (???), será possível montar redes nacionais poderosas.

O brasileiro poderá viajar por terra do Oiapoque ao Chuí e ouvir uma mesma rádio, o tempo todo, ininterruptamente.

Como nos Estados Unidos.

O que aconteceu lá ?

Criaram-se dois, três grupos “nacionais” e as rádios menores, locais foram para o saco.

Quem vai ganhar com isso, amigo navegante ?

A Globo, a rádio que troca a notícia !!!

Por fim, Erundina denunciou a tentativa do Governo de ceder a frequência de 700 mega-hertz da televisão, na tevê aberta, ao setor privado.

Na verdade, essa frequência é destinada ao setor público.

E quarenta veículos estão à mingua, sem operador de rede, porque não tem financiamento.

Com a “cessão” do Bernardão, para que ponto do espectro iriam esses canais públicos ?

Como se sabe, o Bernardão é líder da bancada do PT que abana o rabim quando ouve o plim-plim !

Não demora muito e ele vende a Hora do Brasil à Globo !

Em tempo: nesta solenidade, o ansioso blogueiro lembrou à plateia o papel igualmente destemido de Luiza Erundina na batalha para transformar a Comissão da ½ Verdade numa Comissão 1/1 da Verdade.

Ela desenvolve um papel fundamental de articular núcleos estaduais em torno de depoimentos de familiares de vitimas. 

Ela acredita que a pressão de baixo para cima será irresistível e o Brasil se livrará da vergonha multi-continental que é essa Lei da Anistia promulgada pelo Supremo !

O ansioso blogueiro foi aplaudido, quando lembrou a sugestão do Mauricio Dias: “quero ver o Dr Robert, o “seu” Frias na Comissão da 1/1 da Verdade !” Quero ver o “PIB da Tortura !”

E mais aplaudido ainda quando observou que nenhum membro da Comissão perguntou ao Ustra quem dava ordens a ele para torturar. E olha que o Dr Tibiriçá disse que agia para cumprir ordens.

Erundina parece concordar com a tese de que tiraram a “tampa da Comissão da Verdade”.

O gênio saiu da garrafa – quer dizer, da caverna.

Paulo Henrique Amorim


NOVA VIA

Nenhum comentário: