16 de jun de 2013

Vaiando a Vaia



René Amaral
A gente sabe bem quem vaiou, não foi o povo, foram seus patrões mal educados. Foi gente que não devolve a carteira achada com valores na rua, gente que sonega impostos e responsabilidades, gente que explora os trabalhadores e quer mais que eles se explodam. Foi gente que acha que, por que paga um pouquinho mais impostos, vale mais que os outros. Foi gente que tinha 300 merrecas sobrando, depois de ter cortado os supérfluos, como papel higiênico e as aulas de etiqueta.


Vaiaram a Dilma como jamais vaiaram o FHxado em abertura de eventos de projeção mundial, até por que ele jamais participou de tais eventos, pelo menos não no Brasil. Na sua época o Brasil era coadjuvante de terceira, nem campeonato de botão ou porrinha acontecia por aqui, só leilões de riquezas a preço de banana.

Ao final de seu mandato ele evitava aparecer demais, pra não  prejudicar ainda mais o seu pretenso sucessor. Aliás, ele vem sendo escondido por 10 anos nas campanhas tukanas, sempre por medo de prejudicar as chances pífias de seus correligionários.

 Só foi resgatado agora por Aébrio, por suspeita de que a memória do povo, sempre tida como curta, já não guarde resquícios do ódio que o canalha inspirava 11 anos atrás. As suposições sempre costumam nos surpreender.

Vaiaram a Dilma e tem muita gente dizendo que foi a elite de Brasília! Ledo engano, a elite não vai a estádios de futebol. Estão em Paris, dando uma esticada depois de Roland Garros, aproveitando a chegada da primavera, ou as ultimas neves nos Alpes. A elite não vaia ninguém,  afinal, seu status quo é imutável, independe de governantes e flutuações de  moedas,ou da bolsa.

Quem vaiou a Dilma foram seus capachos, ou gente que subiu alguns degraus na escada social nos últimos anos e não quer que ninguém mais suba. São aqueles que, por limpar as privadas dos ricos de verdade, acham que estão mais perto desses que da realidade da vala da miséria; que vai cair sobre nós se o que eles querem que aconteça, acontecer de verdade.

Quem vaiou a Dilma foram os mal educados, que dizem que nosso povo não tem educação. Medem os outros com sua régua particular, que nem a balança adulterada do quitandeiro  safado, que um dia foram.

Vaiaram a Dilma, mas a mensagem enviada aos 4 cantos do mundo é a da falta de educação e fair play, que esses que se acham elite, atribuem ao povo, que eles não representam.

Nenhum comentário: