1 de ago de 2013

COMPLÔ CONTRA PAPA FRANCISCO



Sebastião Breguez - 
Jornalista e Professor 
COMEÇAM AS ARTICULAÇÕES CONTRA PAPA FRANCISCO

Notícias que circulam entre a comunidade católica, e serviços da Inteligência, em Roma, Itália, indicam que os setores conservadores radicais da Igreja Católica Romana, lançaram duras críticas e ataques brutais contra o Papa Francisco, através da mídia, sites de redes sociais e sua atitude de reformador.

Entre os argumentos apresentados como exemplo os radicais conservadores católicos são os seguintes:



1. Papa Francisco rompeu com a tradição e ritual do Vaticano para realizar cerimônia do ‘lava-pés’ na Quinta-feira Santa do lado de fora dos muros do Vaticano na prisão juvenil "Casal del Marmol" em Roma, incluindo dois muçulmanos e duas mulheres não católicas. Este é um evento sem precedentes na história e na tradição dos rituais rígidos da Igreja Romana. O ritualismo Vaticano da Igreja Romana ao longo dos séculos, desde a sua fundação, tinha marginalizados e não são tidas em conta as mulheres nesses rituais.
Os conservadores olhavam com horror o "sacrilégio", o Papa sorridente Francis que ironicamente chamam de "Papa piacione" termo pejorativo que se refere a alguém que sempre sorri e se dá bem com todos.

2. A recusa do Papa Francisco a residir no apartamento papal no palácio do Vaticano, decidindo sozinho por sua segurança pessoal morar na residência de Santa Marta, o Vaticano hotel de 4 estrelas, onde há muitas pessoas, e evitar o isolamento que envolve o Papa residir no Palácio do Vaticano. Francisco quer Papa estar ciente do que está acontecendo ao redor e fora dos muros do Vaticano. No apartamento papal seria muito vigiado, e de certa forma, controlado, desinformado e à mercê das "hienas do Vaticano", que tramam contra os papas.

3. Na reunião e almoço, em Castel Gandolfo, com Bento XVI, este confidenciou a Francisco que uma das causas que influenciaram a sua demissão foram as ameaças de morte recebidas e, por medo de ser envenenado, decidiu pela demissão para neutralizar o movimento contra ele.

4. O alto poder entrincheirado na cúpula do Vaticano se opõe totalmente aos planos do Papa para a reforma da igreja. Francisco quer modificar a pompa, o ritualismo, o luxo e ostentação da Igreja Católica Romana. Quer tudo simples e sem muitos gastos.

5. A Cúria Romana e os grupos de poder do Vaticano rejeitaram o apelo público feito pelo Papa Francisco para reforçar o diálogo e as relações com o Islã. Ele é acusado de ser uma teologia relativista.

6. O Papa Francisco desprezou o setor conservador do Vaticano na cerimônia de lavagem na Quinta-feira Santa.

Mais: http://www.domomb.blogspot.com.br/2013/07/complo-contra-papa-francisco.html

A NOVA VIA - @riltonsp  
com Justiceira de Esquerda

Nenhum comentário: